T
  • Oficial da Aeronáutica

Tarciso Tavares Tato

Mongaguá (SP)
0seguidor31seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Aeronauta, ex dirigente sindical, anistiado político, foi fundador e coordenador do Núcleo de Anistiados do Sindicato Nacional dos Aeronautas (NASA), fundador e presidente da UNAA- União Nacional de Aeronautas Anistiados e Agente Voluntário da AVB

Comentários

(3)
T
Tarciso Tavares Tato
Comentário · há 25 dias
FATOS, SEM FAKES
Pesquisa feita pelo Professor Pablo Vieira Florentino:

"a justificativa que mais ouço entre amigos que pensam diferente de mim nesta questão dos dois é de que o PT acabou com o Brasil. Que foram 13 anos de destruição. Será que eles realmente destruíram o Brasil? Gastei toda a minha manhã de hoje em extensa pesquisa de dados oficiais dos principais indicadores sócio-econômicos do Brasil antes e depois dos 13 anos de PT. Vamos a eles:

SALÁRIO MÍNIMO:

Em 2003: R$240,00
Em 2016: R$880,00

Um aumento de 266% no período enquanto a inflação acumulada foi de 123%. Fazendo a correção, o salário de 2003 equivale a R$535,39 em 2016. Ou seja, um aumento real de 2003 pra 2016 de incríveis 64%.

Fontes: Min. Fazenda, IBGE e FGV.

IDH - ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

Em 2003: 0,695
Em 2016: 0,755

Fonte: PNUD - ONU

DISTRIBUIÇÃO DE RENDA (GINI)

Em 2003: 0,586
Em 2016: 0,491

O índice GINI mede o grau de desigualdade de um país. Quanto mais próximo de 1, mais desigual é.

Fonte: IBGE

EXTREMA POBREZA

Em 2003: 10,5% (Banco Mundial) 17,5% (IBGE)
Em 2016: 4,2% (Banco Mundial) 9,2% (IBGE)

O Banco Mundial e o IBGE usam rendas diferentes para critério de extrema pobreza. Em ambos percebemos uma queda acentuada (60% e 47,4% respectivamente) no percentual da população que vive em extrema pobreza.

Fontes: Banco Mundial e IBGE

TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL
(a cada mil nascidos)

Em 2003: 21,5
Em 2016: 14

Uma queda de 34,8% no período. Vale ressaltar que em 2016 tivemos uma epidemia de Zika no país q elevou a taxa de mortalidade infantil, o que torna essa queda mais expressiva.

Fonte: IBGE

TAXA DE ANALFABETISMO

Em 2001: 12,4%
Em 2016: 7,2%

Uma queda de 42% no período.

Fonte: INEP - MEC

ENSINO FUNDAMENTAL
(jovens de 16 anos com ensino fundamental concluído)

Em 2003: 57%
Em 2014*: 74%

Um crescimento de 29,8%.

*O estudo do PNE com base no PNAD que serviu de fonte para estes dados era de 2014, portanto não trazia dados de 2016.

Fonte: Observatório do PNE

PIB

Em 2002: 1,48 trilhões
Em 2016: 6,26 trilhões

Corrigido pelo IGP-M, o PIB de 2002 equivale a 3,53 trilhões em 2016. Ou seja, tivemos um aumento de 323% que, considerando as correções, representa um aumento real de quase 80% no nosso produto interno bruto.

Fonte: IBGE e FGV

RESERVAS INTERNACIONAIS

Em 2003: U$ 37,6 bilhões
Em 2016: U$ 370 bilhões

Um aumento de 884%. Quase 10 vezes maior de quando pegou pra quando entregou o governo.

Fonte: Banco Central

ENSINO SUPERIOR

Em 2002: 466,2 mil alunos concluiram
Em 2014: 837,3 mil alunos concluíram

De 1995 a 2002: 2,4 milhões concluíram
De 2003 a 2014: 9,2 milhões concluíram

O aumento de pessoas com nível superior reflete o sucesso de políticas públicas como o ProUni e também é consequência da melhora da renda da população em geral que passou a ter condição de pagar pelos estudos.

Fonte: MEC

DESEMPREGO

Em 2003: 13%
Em 2014: 4,3% (Fim do 1o mandato da Dilma)
Em 2016: 11,3%
Hoje: 12,3%

A redução da taxa de desemprego do início do governo PT até o início da crise, quando a Dilma ganhou a reeleição, havia sido de 67%. Com a crise que vivemos até hoje este indice subiu bastante, mas mesmo assim se encontra abaixo de 2003 quando o PT entrou. Ou seja, apesar da nossa percepção de que nunca esteve tão ruim, de desesperança e de caos, de fundo do poço, ainda assim está melhor que antes do PT entrar.

Fonte: IBGE - PNAD

Mortalidade infantil para crianças até 1 ano
2003: 27,48%
2015: 13,08%
a menor em 11 anos. IBGE.
(contribuição de Jonice Oliveira / Suzanne Xavier)

Diante dos dados acima, continuar repetindo que o PT destruiu o Brasil é algo que não cabe. É negar os fatos, a realidade.O Brasil que o PT deixou é melhor do que o que pegou em todos os índices.
Todo o mal que fizeram não invalida os avanços alcançados.
Espero ajudá-l@ na escolha para o 2 turno com estes dados. Prefiro daqui a 4 anos ter estes dados a ter tudo isso destruído e termos q recomeçar do zero." "

Prof. Pablo Vieira Florentino

Pablo Vieira Florentino é graduado em Ciência da Computação pela UFBA e concluiu o mestrado em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2003. Atualmente é professor assistente do Instituto Federal da Bahia no curso de bacharelado em Engenharia Elétrica. Atua na área de sistemas de informação, com ênfase em banco de dados e desenvolvimento de sistemas web. Tem concentrado sua produção cientifica e atividades técnicas em modelagem conceitual, mapeamento objeto-relacional, SGBDS distribuídos, grades computacionais e datamining. Foi analista de sistemas em projetos da Embratel e da Marinha do Brasil, além de ter sido concursado para analista de sistemas do IBGE, tendo atuando no datawarehouse desta instituição durante um ano.

Perfis que segue

(31)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(20)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Tarciso

Carregando

Tarciso Tavares Tato

Entrar em contato